Protótipo de Gabinete em alumínio e acrílico para Amp Gainclone

D.I.Y.  |    08/10/2010   |   9632 hits   |   J. Ricardo Simões Rodrigues

Há mais de ano adquiri o já famoso "Kit Amplificador Gainclone LM3886" do Nabuco. Não a versão atual disponível no site, com a fonte integrada na placa principal, mas sim a anterior com a fonte em placa separada.
Finalmente meu amp está tomando feição. Abaixo fotos do protótipo de gabinete que estou montando.


Estou utilizando chapas de alumínio com as seguintes dimensões:

  • Laterais, funcionando como dissipador: Barra chata alumínio 2 ½ pol x ½ pol com 25 cm
  • Frente:Barra chata alumínio 2 ½ pol x ¼ pol com 30 cm
  • Traseira:Barra chata alumínio 2 ½ pol x ¼ pol com 28 cm
  • Fundo: chapa de acrílico com 4mm


A fixação se dá por parafusos tipo allen m4: quatro na frente e dois atrás. Ainda estou pensando na tampa. Será de alumínio, preferencialmente vazado/perfurado de alguma forma, prá arejar.



Se ficar bom, pretendo montar outro. Dessa vez prá alojar um preamp - provavelmente um "Kit Preamplificador Hi-Fi (OPA2134)" também do Nabuco.

Quanto à anodização da frente, está em meus planos. Esteticamente fica muito melhor, além das questões funcionais. Farei uns testes com algum procedimento caseiro.

Problemas que tenho enfrentado - comuns aos "sem-oficina":

  • Falta de uma furadeira de bancada para precisão nos furos das chapas
  • Falta de uma serra para fazer a aparagem das chapas
  • Falta de algum serviço de anodização para alumínio por aqui


Aos que se interessarem, segue minha "lista de fornecedores":

  • Kit de placas e componentes para o Amp: Nabuco Eletrônica
  • Transformador: Plancton Transformadores
  • Chapas de alumínio: Miorins Metais
  • Espaçadores, RCAs fêmea e Terminais de saída: Ebay, envio de Hong Kong
  • Acrílico, fios, parafusos etc: comércio local


Vale ressaltar que, à exceção do último item, todos os demais foram adquiridos on-line. Faço questão de mencioná-los pois minha experiência de compra com eles foi ótima.

Última edição concluída em 08/10/2010 por J. Ricardo Simões Rodrigues.