Servidor multimídia doméstico: Vídeo, Música e Live TV

D.I.Y.  |    02/11/2012   |   2540 hits   |   J. Ricardo Simões Rodrigues

Placa-mãe

A placa-mãe Intel Desktop Board D510MO é uma placa min-ITX (170mm de lado) com processador Intel Atom D510. Ela suporta rede gigabit e possui portas paralela e serial. O único contra é que possui apenas duas portas SATA.

D510MO

Possui baixíssimo consumo de energia e poder de processamento mais que suficiente para servir arquivos multimídia em uma rede doméstica. Já testei com os seguintes equipamentos tocando arquivos de vídeo 1080p simultaneamente: Notebook, XBOX e HTPC. paguei R$ 350,00 no Mercado Livre.

Gabinete

O Thermaltake VL52021N2U Element Q é um gabinete para mini-ITX. Vem com fonte e espaço para um HD, um dispositivo externo de 3,5" e um DVD-ROM, ou seja, podem ser colocados até três HDs.

Element Q

Custou R$ 200,00 no Mercado Livre.

Armazenamento

A placa-mãe limita o número de HDs em dois. Atualmente são apenas 2TB de arquivos multimídia divididos em dois discos de 1TB cada.

LCD

Na interface paralela está ligado um LCD (o mesmo do projeto LCDd, MPD e Python) modelo HD44780 com 20 colunas e 4 linhas. Exibe informações de status do servidor através do lcdproc e do script LCDd, MPD e Python.

Sistema operacional e servidores

O sistema operacional de escolha foi o Ubuntu Server, estando atualmente instalada a versão 12.04. É um sistema muito estável, funcionando semanas ininterruptamente.

Principais servidores em execução:

  • MPD
  • Apache
  • SAMBA
  • SSH
  • MiniDLNA
  • tvheadend
  • transmission
  • Icecast

Os arquivos de música são reproduzidos diretamente no servidor via MPD. O mesmo MPD faz streaming para para o servidor Icecast na mesma máquina, de modo que fica disponível para qualquer equipamento na rede (notebooks, celulares, etc). Para controlar o MPD, uso o MPDroid, tanto no celular quanto no tablet.

A ampla quantidade de arquivos multimídia armazenados é servida através da rede doméstica via protocolo DLNA pelo miniDLNA. Esse protocolo é suportado por uma ampla quantidade de equipamentos como celulares, TVs e players de Blu-Ray.

Atualmente faço testes com recepção de TV via satélite (apenas FTA, saliente-se) utilizando uma placa DVB-S bem antiga -- a Twinhan 1020a, placa descontinuada e bem simples, com suporte apenas a SD e decodificação apenas via software.

O servidor de Live TV que utilizo é o tvheadend. É um servidor que funciona muito bem: implementa um DVR para gravações agendadas e captura a grade de programação diretamente do satélite. Mais sobre ele em outro artigo.

Como clientes de Live TV utilizo meu HTPC e, em desktops e notebooks, o VLC player.

Em meus testes, o tvheadend comportou-se muito bem e levando-se em conta as limitações da placa de captura, mostrou-se rápido e estável.

Última edição concluída em 11/11/2013 por J. Ricardo Simões Rodrigues.